Homepage Pedidos Curiosidades Astrologia
Astrologia
Gastronomia
Diversos
       Fórum "Fonte de Luz"

       Desporto

       Passatempos

       Numerologia

       Cristais

       Incensos "Intenção"

       Poesia

       Contos e Lendas

       Sonhos "A) a Z)"

       Meteorologia

       Links Úteis

       TV Regional

       Rádios Regionais

       Links Recomendados

       Informação

       Significado dos nomes
Noticias
Newslettes
Questionário Fontedeluz.com



hocnet.pt - Alojamento de sites

Portal de Sites


Classifique-nos no
mundoPT

Parceiros

www.fontedeluz.com - Lisboa
     
 
Lisboa
 

    Lisboa com suas casas 
    De várias cores, 
    Lisboa com suas casas 
    De várias cores, 
    Lisboa com suas casas 
    De várias cores ... 
    À força de diferente, isto é monótono. 
    Como à força de sentir, fico só a pensar. 

    Se, de noite, deitado mas desperto, 
    Na lucidez inútil de não poder dormir, 
    Quero imaginar qualquer coisa 
    E surge sempre outra (porque há sono, 
    E, porque há sono, um bocado de sonho), 
    Quero alongar a vista com que imagino 
    Por grandes palmares fantásticos, 
    Mas não vejo mais, 
    Contra uma espécie de lado de dentro de pálpebras, 
    Que Lisboa com suas casas 
    De várias cores. 

    Sorrio, porque, aqui, deitado, é outra coisa. 
    A força de monótono, é diferente. 
    E, à força de ser eu, durmo e esqueço que existo. 

    Fica só, sem mim, que esqueci porque durmo, 
    Lisboa com suas casas 
    De várias cores.

               Álvaro de Campos

2008-09-08

     


Enviar a um amigo Perfil - Facebook Vantagens Parceiro MTCard Vantagens e Descontos