Homepage Pedidos Curiosidades Astrologia
Astrologia
Gastronomia
Diversos
       Fórum "Fonte de Luz"

       Desporto

       Passatempos

       Numerologia

       Cristais

       Incensos "Intenção"

       Poesia

       Contos e Lendas

       Sonhos "A) a Z)"

       Meteorologia

       Links Úteis

       TV Regional

       Rádios Regionais

       Links Recomendados

       Informação

       Significado dos nomes
Noticias
Newslettes
Questionário Fontedeluz.com



hocnet.pt - Alojamento de sites

Portal de Sites


Classifique-nos no
mundoPT

Parceiros

www.fontedeluz.com - Acordo de noite subitamente
     
 
Acordo de noite subitamente
 


 


A nuvem veio e o sol parou.
No intervalo da sombra
quantos pensamentos houve?
Quanto esqueci, quanto sonhei?

Na volta da luz, fuga da nuvem
não foi mais eu que o sol iluminou.


O que vemos das coisas são as coisas.
Não há sentidos ocultos, nem segundas intenções
na natureza. Há somente uma certeza:
tudo está sendo o que realmente é.


Acordo de noite subitamente.
No cais da escuridão sem limites
não há portos de luz nem palavras.
É como se a vida fizesse um intervalo, um corte
no seu ciclo de horas, na sofreguidão do dia.

Acordo de noite subitamente como se acorda
na morte.


Temo, Lídia, o destino. Nada é certo.
As tragédias sobrevêm em marés
e a razão não explica o mundo.
Um plano de mistérios foi arquitectado
por alguém que não sonha como a gente
e não tem qualquer compromisso com a poesia.


Sinto possível o ser um sonho de outrem
numa noite mal dormida de plenilúnio:
quando ele acordar desaparecerei como uma nuvem
e o amanhecer do seu dia será a minha morte.


Num espaço falso entre o que fui e o que sou
perduram as frases que eu não disse
aqueles gestos que eu não quis fazer
e toda a história da minha vida
que o destino não pôde escrever.

Professor Mestre Dr. Olavo Rubens Leonel Vieira,

Lorena, Brasil

 

2009-11-11

     


Enviar a um amigo Perfil - Facebook Vantagens Parceiro MTCard Vantagens e Descontos